Mudar para uma alimentação mais saudável

É uma verdade que a alimentação saudável está na moda e foi declarada guerra ao açúcar. Nem todas as modas são más, esta principalmente não o será mas a verdade é que tudo o que é levado ao extremo não pode ser bom e eu particularmente sempre fujo de extremismos.

Dito isto não é fácil encontrar um lugar no meio disto, e se no inicio do blog as minhas receitas eram carregadinhas de açúcar e leite condensado, as mais recentes já tem adoçantes naturais e uma outra consciência.

Não tento imitar ninguém nem seguir modas ( sempre fui mais de as contrariar ) mas sigo aquilo que me faz sentido. Desde que fui mãe, e principalmente quando conheci um pouco do mundo da culinária macrobiótica que essa consciência mudou e me despertou para muita coisa. Dei por mim a limitar muitos produtos na escolha da alimentação que quero para o meu filho, por achar que lhe fará mal e pensei “se eu não quero que ele coma isto porque é que eu como?”.

Ainda assim mudar para uma alimentação mais saudável não significa de todo começar a comer apenas legumes e deixar de comer chocolates ( lol ).

Nada de extremismos, mais uma vez. É verdade que nunca o levei a um “mac”, mas come batatas fritas, douradinhos, chocolate, gelados e por ai, tudo qb. Apenas não quero que a base da sua alimentação seja comida processada, que sei que não o vai ajudar em nada e é vazia de tudo.

Por isso podem notar algumas alterações recentes no blog, nomeadamente o cuidado em substituir alguns ingredientes nas receitas para as tornar mais saudáveis, o que até me diverte bastante pois é uma coisa que sempre gostei de fazer, misturar ingredientes, substituir e inventar. Na verdade não é muito fácil e a coisa nem sempre corre bem.

Mudar também nunca é fácil, tem sempre aquela inércia inicial, é tudo novo, muito complicado e é mais fácil ir às batatas fritas ou ao armário das pizzas congeladas. Mas aos poucos vai lá, depois do curso de iniciação à culinária macrobiótica os nomes estranhos deixaram de o ser e aos poucos a organização da dispensa foi mudando e fui conseguindo espaço para todos estes produtos novos.

Tenho já algumas receitas com sucesso, como esta compota de frutos vermelhos sem açúcar, estes bombons de chocolate e manteiga de amendoim, este Semi frio de chocolate com bolacha sem açúcar (que é de babar), um gelado para crianças, uns brigadeiros e uma versão saudável de Chocolate Bounty Caseiro. E portanto o desafio continua …

Comecei pelas coisas mais fáceis e pelos ingredientes menos estranhos, o oleo de coco que já falei aqui, a aveia (esta não é nada estranha), a farinha integral, as sementes e os frutos secos…

Fiz então uma lista dos produtos essenciais

– Fruta da época

– Vegetais da época

– Cereais integrais, aveia, massa integrais, arroz integral, millet.

– Leguminosas como ervilhas, grão, lentilhas, feijão de todos os tipos.

– Alga kombu, alga wakame

– Cereais: Aveia, arroz integral, espelta integral, millet e quinoa

– Farinhas: aveia integral, centeio integral, esperta integral, trigo integral, linhaça.

– Pão de preferência integral

– Frutos secos como, amêndoas, cajus, avelãs, bagas goji, nozes tâmaras (um dos adoçantes preferidos)

– Ervas aromáticas que utilizo para temperar tudo ( isto não será novidade )

– Leite vegetal que já consumo há muito tempo por intolerância ao de vaca, amêndoa (é o meu preferido ), aveia , côco, soja (é preciso verificar se não é geneticamente modificada)

– Manteigas de amêndoa, amendoim e caju

– Sementes de Chia ( devem sempre ser hidratadas antes de usar ), Papoila, Sésamo,Cânhamo, Girassol, Abóbora, Linhaça ( as sementes devem ser guardadas no frigorífico para não perderem as suas propriedades )

– Cacau  em pó e chocolate 70% cacau ( isto aqui varia um bocado …. que chocolate é aquela coisa  )

– Especiarias como canela, gengibre, pimenta preta, pimentão doce

– Miso e tempeh

– Vinagre de cidra e molho de soja

– Mostrada

Por isso sim, as minhas mais recentes receitas são uma tentativa de equilibrar o organismo e a vida. Espero que gostem e me acompanhem nesta caminhada.

Se chegaram até aqui :) já agora vá…. o que pensam sobre este assunto?

 

Share: